19/07/2019

Saúde Ocular

GLAUCOMA

Segundo a Organização Mundial de Saúde, o glaucoma é a doença que mais causa cegueira irreversível no mundo, por isso a data de hoje ser tão importante. A doença que, geralmente, não apresenta sintomas, merece atenção especial, pois seu diagnóstico precoce e tratamento adequado podem evitar a perda da visão.

O glaucoma se divide em alguns tipos, os principais são:

Glaucoma Primário de Ângulo Aberto – o tipo mais comum, responsável por 80% dos casos. O dano ao nervo óptico não é percebido pelo paciente e, na maioria dos casos, a lesão na visão ocorre quando o glaucoma já está avançado. Por não apresentar sintomas, sua melhor prevenção é o exame oftalmológico periódico.

Glaucoma de Ângulo Fechado – conhecido como glaucoma agudo, é o tipo da doença que acomete os olhos com predisposição anatômica ao fechamento do ângulo formado entre a íris e a córnea. Geralmente, causa sintomas como dor intensa na região ocular e cabeça, visão embaçada, náuseas e vômitos. Seu tratamento deve ser rápido, pois pode levar à perda da visão em poucos dias.

Glaucoma Secundário – tipo da doença onde ocorre o aumento da pressão intraocular após doenças inflamatórias, catarata HIPERMADURA, hemorragias, traumas, retinopatia diabética avançada, entre outros.


Glaucoma Congênito – é o mais raro e ocorre em crianças, resultando na má formação do sistema de drenagem do olho. O aumento da pressão intraocular PODE acontecer AINDA dentro do útero e pode comprometer gravemente a visão da criança. Seu diagnóstico precoce é essencial e seu tratamento, na maioria das vezes, é cirúrgico.

Consulte regularmente o oftalmologista. A visita periódica pode salvar sua visão!